A BOA ESCAROLA DE SEMPRE, SEMPRE DELICIOSA!


Como não gostar de uma verdura que quando bem preparada fica docinha, leve, digestiva, cheia de vitaminas e nutrientes. Preparei versões da mesma escarola, um pé generoso que veio da feira orgânica e suas folhas renderam dias de fartura e ótimos acompanhamentos.
Um dia com arroz integral, no outro com uma massa especial, no outro como recheio para um lanche no jantar, na sopa, no omelete...a gente sempre acha uma maneira de aproveitar tudo que esta preciosidade nos oferece. 

A escarola fica mais gostosa quando preparada da maneira mais simples possivel (para mim, claro!): aferventar por alguns minutos, ate mudar de cor. Escorrer em água fria para interromper o cozimento.
Refogue alho no azeite, e use o que tiver: cenoura, tomates, abobrinha, abóbora...
Tempere com sua massala preferida ou use especiarias ao seu gôsto.
Por último a escarola. Só para incorporar os sabores e finalizar a maciez.
Finalize com sal rosa, azeite crú e pronto.

Como a gente guarda um pé gigante na geladeira sem perder nadinha? Eu inicio escolhendo as folhas, lavo bem e deixo de molho numa solução de água com vinagre ou algum produto específico, aqueles de limpeza profunda e desinfecção. Depois espero secar, coloco num recipiente com tampa, no fundo uma folha de papel toalha, por cima as folhas sequinhas, e intercalo com algumas folhas de papel, mais ou menos como montar uma lasanha... por cima a ultima folha de papel, tampo e guardo. Isso cria um microclima que permite as folhas se manterem úmidas e frescas. Mas eu vejo todo dia como elas estão, porque dependendo da temperatura da geladeira e se elas não estiverem bem sequinhas, a gente corre o risco de vê-las congeladas... :( já aconteceu comigo.

Gostou? Manda ver!
Namastê!



Comentários