SALADA DE PERAS, OPS...SALADA?



Pois a pera me enganou direitinho no pequeno lanche antes do almoço; estava muito dura e eu gosto dela suculenta, macia, doce... tipo pingo de mel. Como já estava no movimento do preparo do almoço lembrei de uma salada de alface americana, erva doce, nozes, pera e queijo parmesão que era servida num bar da moda dos anos 80, nossa quanto tempo! Impressionante a memória do paladar, `as vezes dá para sentir o gôsto só de lembrar. Daquela época para hoje a pergunta é: será que pera combina mesmo com sal? Vamos ver.

Pera, sal do himalaia moído na hora, azeite extra virgem, orégano, cubinhos de queijo de cabra.
Acompanha arroz 7 cereais que deixei de molho a manhã toda, lavei bem e cozinhei com bastante água, canela, cominho e uma colher de sobremesa de ghee. Ao final coloquei tempero pronto jatobá e cebolinha. Grão de bico cozido anteriormente sem pele, com feno grego, louro e sal. Cenoura, abobrinha, abóbora refogados no ghee com alho e sal. 
A memória do paladar `as vezes nos engana, com o tempo ele muda bastante, mas o que é bom permance e se a gente se arrisca pode transcender.
A salada ficou bem diferente daquele tempo, mas lembro como se fosse hoje um jantar com esse prato dividido entre eu e a Alice, minha grande amiga e a mais maravilhosa colega de trabalho que alguem poderia ter, as duas alegres e esfomeadas sonhando com o futuro naquela mesa.

  
O meu prato do dia ficou simples e delicioso, e rendeu muitos hmmmm no face e no instagram.
Que alegria, pera ainda combina com sal, como antes. 
Foi a memória do afeto que contribuiu intuitivamente para que ele fizesse tanto sucesso. Comentários do tipo água na boca, deliciaaaa; que pena não tinha para todos os amigos que se manifestaram, mas eu e uma pequena parte da fauna deslumbrante que mantenho em casa agradecemos e dedicamos `a minha amiga querida, Alice.
Namastê!

Comentários