DELICIA DE ABÓBORA


Este prato fiz meio sem querer e deu muito certo.
No óleo de coco, refoguei alho poró, coentro, cebolinha, gengibre, juntei alho e tempero jatobá, cominho, cardamomo, canela.
Coloquei pedaços de batata doce e abóbora cozidas previamente.
Deixei incorporar bem todos os ingredientes tomando cuidado para não se desfazerem nem a batata doce nem a abóbora, esta mais delicada, não teve jeito- uma parte virou creme.
Coloquei uma embalagem de leite de coco, de uso culinário, da Isola bio, orgânico, poderoso, comprado no mercado ao lado. Este é artigo raro, mas quando encontro não deixo de comprar mais de uma.
Quando começou a ferver, acrescentei amaranto, mais ou menos um punhado se medido com a mão. Engrossou suavemente. A cor amarelada veio da abóbora, alguns pedaços se desmancharam.
Ajustei o sal somente no final, usei sal rosa do himalaia.
Fiquei sem saber que nome dar a esse prato; lembra uma moqueca, um ensopado indiano, ou asiático, ficou delícia de abóbora por enquanto. Abóbora é um alimento sagrado para mim, combina com tudo, ou quase tudo, em casa nunca falta, mas as vezes a gente enjoa de comer sempre do mesmo jeito.
Antes de pensar nessa "moqueca" eu ia fazer bolinhos assados de abobora com amaranto, e a batata doce ia refogar ou fazer purê, mas desisti ao ver o leite de coco dando sopa na prateleira. Pensei: se ficar bom, publico, se não ficar esqueço. Abóbora e batata doce combinam? Com leite de coco o que será que acontece? E com especiarias? Muitas perguntas para tão poucos ingredientes, na cozinha a gente precisa provar, e ver o que acontece. E aconteceu.
Namastê!

Comentários